Biblioteca

Pensando em ter seu próprio negócio? Saiba mais sobre as aquisições

Uma alternativa interessante para quem está pensando em ter seu próprio negócio e não se sente atraído pelas “engessadas” franquias é adquirir uma empresa em operação. 

Em todos os setores existem centenas de oportunidades atraentes para todos os públicos e bolsos, muitas delas com grande potencial de crescimento e valorização. De pequenos negócios a softwares complexos tudo pode ser negociado.

As estatísticas comprovam que quando alguém empreende num ramo no qual tem experiência e afinidade as chances de sucesso aumentam muito, pois, além de suavizar a transição profissional e reduzir custos operacionais, oportuniza o uso dos conhecimentos adquiridos anteriormente em benefício próprio. Entretanto, para fazer uma boa escolha, o futuro empresário precisa estar atento e saber avaliar algumas informações estratégicas do negócio.

Valor Real do Ativo

É fundamental que o interessado em comprar uma empresa ativa analise cuidadosamente o preço pedido, pois este raramente condiz com o valor real e, por isso, pode ser a diferença entre fazer um excelente ou um péssimo negócio.

A inconsistência de avaliação é muito comum, principalmente em negociações que envolvem empresas de pequeno e médio porte cuja gestão é exclusivamente familiar, sendo um dos motivos da baixa liquidez destes ativos.

É fácil de entender o porquê, senão vejamos:

Imaginemos que um investidor quer comprar uma empresa familiar com 10 anos de atividade. Para ele, quanto menor for o desembolso, melhor, afinal, mais rápido será o retorno do investimento. Já o vendedor buscará valorizar maximamente o negócio e fixará o preço-venda levando em conta o investimento total, a situação financeira, os bens e direitos disponíveis, a estrutura física, equipamentos, estoques, além de outros aspectos difíceis (senão impossíveis!) de serem mensurados, tais como: a recompensa por anos de dedicação e sacrifício, a carteira de clientes, a tradição no mercado, sites, a marca, etc.

- Então, qual será o preço justo?

Nestes casos, o ideal é que o interessado em comprar o negócio invista numa auditoria independente antes de tomar a sua decisão. Deste modo, além do preço, a regularidade fiscal, financeira e jurídica da empresa também serão avaliadas. Afinal, como nos diz a sabedoria popular, um bom negócio tem que ser bom para todas as partes. 

» Leia Agora: Gestão financeira de clínicas e consultórios médicos e odontológicos

Nossa missão é contribuir para o sucesso financeiro e pessoal dos nossos clientes.

G9 Investimentos - Consultores Associados